quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Devaneios

Começa onde termina. No nada. Um pesadelo nascido de temores profundos, chega até mim indefeso, sussurrando imagens do tempo e da distância. A alma foi liberta, mas jamais conservada em um curso traçado por mãos invisíveis. A jornada à minha frente promete o que o passado já refletiu em mim. Até que finalmente chego ao final... enfrentando a verdade que não posso mais negar. Sozinha como nunca estive. Sinto como a solidão se apoderasse de mim aos poucos. O silêncio a minha volta é incrivél. Tento gritar, mas minha voz não sai. Tento correr mas meus pés estão presos, como que soldados no lugar, como se a gravidade me puxasse para baixo, me obrigando a ficar onde estou, sem poder andar, gritar ou me mover, buscando as mãos de alguém que possa me tirar dessa condição.
Ai você pensa no valor que dá a existêcia das pessoas extraordinárias, nos amigos que tem ou acha que tem e nos e momentos em que a história avança graças a elas. Tudo o que se imagina pode ser alcançado. Deve-se ousar sonhar, você pensa. Mas não há substituto para perseverança e trabalho... e trabalho em equipe. Aquele que leva a conseguir realizar seus sonhos, por que ninguém consegue sozinho. Se comemoramos a grandeza desses eventos e as pessoas que os realizam... não podemos esquecer o sacrifício daqueles que tornam possíveis tais realizações, mas ai você se lembra que se sente sozinho, mesmo estando em meio as pessoas que ama e admira, mas nem isso é o suficiente para te tirar da sua situação de impotência ante o sentimento de solidão que se apodera sem que saiba de onde vem e que se encrava como um espinho que ao ser cutucado entra mais fundo na sua alma.
O tempo passa em momentos. Momentos que passam avassaladores definem o caminho de nossas vidas, bem como certamente nos conduzem para um fim. Quão raramente nós paramos para examinar esse caminho. Para ver as razões porque tudo acontece. Para considerar se o caminho que nós pegamos na vida é feito por nós mesmos ou se é simplesmente um no qual somos jogados com olhos fechados. Mas e se pudéssemos parar? Parar para observar cada momento precioso antes que ele passe? Poderíamos então ver a encruzilhada sem fim na rua que molda nossas vidas? E vendo estas escolhas... escolheríamos outro caminho?

domingo, 19 de outubro de 2008

Banda Lachesis

Um dia não muito distante essa brincadeira se tornará verdade para Maree e para mim. Cada uma na área que escolheu. Basta sonhar e acreditar que seus sonhos podem se realizar e mesmo que demorem a acontecer, com determinação e garra tudo é possível.
A entrevista é uma brincadeira de amigas, mas o sucesso da Banda Lachesis não. Eles tem um belo futuro pela frente. Cuidem-se garotos. Sucesso para vocês e em especial Maree, uma pessoa que conheço a pouco tempo, mas que é um exemplo para mim.
Leia a entrevista feita no MSN, com Maree no jornal fictício criado por mim. Quem sabe você não pode ser o meu próximo entrevistado.
Extra Extra Banda Lachesis faz sucesso em sua Primeira apresentação. Em entrevista a reportagem do Jornal MA, Maryanna Raposo contou como foi essa apresentação e as expectativas da banda. Recém criada a Banda Lachesis, vem se destacando nos festivais dos quais tem participado.

andreials@bol.com.br diz (14:25):
Maryana como foi essa Primeira experiência?

maryana_raposo@hotmail.com diz (14:26):
À principio eu estava bem nervosa, mas quando eu subi naquele palco, foi como se eu soubesse que estava predestinada a fazer aquilo pro resto da minha vida. É uma emoção única. Excitante!
andreials@bol.com.br diz (14:27):
Quais foram as maiores dificuldades da Banda? Alguma vez pensaram em desistir?
maryana_raposo@hotmail.com diz (14:29):
Nós tivemos várias dificuldades, como é de se imaginar. Errávamos muito nos ensaios e tínhamos medo que isso pudesse nos atrapalhar na hora do show, mas graças a Deus, tudo ocorreu perfeitamente bem. Quanto à idéia de desistir, ela nos passou na cabeça diversas vezes. Não por falta de interesse, mas por falta de compromisso de alguns integrantes da banda. Mas esse festival foi uma injeção de ânimo.
andreials@bol.com.br diz (14:29):
E o apoio da familia contou nessa decisão de vocês prosseguirem?
maryana_raposo@hotmail.com diz (14:30):
A família é um ponto muito importante, mas não vou dizer que minha avó tenha ficado completamente feliz com a idéia. Mas depois que ela viu o nosso show, creio que mudou de idéia.
andreials@bol.com.br diz (14:31):
Quando surgiu esse desejo e quando foi que vocês dizeram é agora ou nunca mais?
maryana_raposo@hotmail.com diz (14:33):
Bom, a ideia de montar uma banda foi ideia minha. Em meados de julho eu assisti à um show de rock aqui em são luis e fiquei alucinada. Queria fazer parte daquilo, então uma semana depois eu comprei minha guitarra. A minha ideia inicial era de montar uma banda unicamente feminina, mas eu vi que seria meio complicado achar garotas que tocassem instrumentos, então chamei meu vizinho Pedro e ele chamou o baixista e o bateirista que hj são meus amigos do peito. E um dia antes do festival, eu chamei o Eduardo pra ser o solista da nossa banda. E foi no dia do show que nós pensamos: ' ou da certo hj, ou não vai dar nunca mais.
andreials@bol.com.br diz (14:25):
Maree qual é o segredo pra se alcançar tudo q se deseja?
maryana_raposo@hotmail.com diz (15:30):
Se vc tem um sonho, tem que lutar por ele. Ele não vai acontecer sozinho.
andreials@bol.com.br diz (15:32):
Sei que uma pessoa não está hj aqui par ver seu sucesso, mas tbm sei que ela se orgulha de você. Então qual é papel o que ela significou na sua vida e o que conhecendo-a como a conheceu diria que ela falaria sobre todo esse momento?
maryana_raposo@hotmail.com diz (15:33):
Eu sei que ela estaria muito orguhosa de mim
andreials@bol.com.br diz (15:34):
O que você tira de toda essa batalha como exemplo a ser passado para quem deseja seguir o caminho que vocês começam a trilhar?
maryana_raposo@hotmail.com diz (15:43):
Se a pessoa quer que o sonho dela se realize, tem que ir atrás. Ele não vai cair do céu no seu colo pronto apenas pra ser desfrutado. Se alguém gosta de música e quer se dedicar à ela, tem que acreditar em si mesmo e que pode dar certo. E assim tudo vai se encaminhar perfeitamente bem :D
andreials@bol.com.br diz (15:44):
E assim encerramos mais uma edição on line do JMA, o Jornal da vez

domingo, 12 de outubro de 2008

Eu vi essa brincadeira no blog de minhas amigas Bru e Pink, ai resolvi também participar continuando a tradição:

Escrever 7 coisas que rolaram na minha vida:

*há 10 anos
-Minha Vó Luzia morreu
-Estava descobrindo a vida
-Estava concluindo meu curso de Técnico de Processamentos
-Ainda pensava em uma faculdade
-Minha mãe Zélia ainda aguardava por um novo fígado
-Nathalia estava no ginasio
-Pedro Henrique tinha quase 1 ano de idade

*há 5 anos:
-Estava trabalhando no Jornal Folha da Alta Mogiana
-Nathalia estava no primeiro ano de cursinho
-Minha Mãe Zélia ainda aguardava por um fígado na fila de transplante
-Eu descobri que tinha um pequeno tumor na cabeça(tá tudo bem)
-Comecei a tirar a minha carteira de Habilitação
-Ainda me dava bem com minha irmã Michela
-Pedro Henrique tinha 4 anos

*há 2 anos
-Estava trabalhando no Jornal Folha da Alta Mogiana
-Nathalia estava estudando feito doida pra entrar em Medicina
-Minha mãe Zélia faleceu na mesa de cirugia após receber o fígado
-Terminei de tirar minha Carteira de Habilitação
-Minha irmã Michela passou a me odiar
-Pedro Henrique tinha 9 anos
-Eu viajei pela primeira vez para Olimpia

*há 1 ano
-Estava trabalhando no Jornal A VOZ
-Nathalia passou no vestibular da USFCAR
-Minha irmã Michela passou a me odiar ainda mais
-Pedro Henrique tinha 10 anos
-Eu viajei pela primeira a SP para conhecer meus amigos da Net
-Fugi para BH para conhecer duas pessoas, sendo que uma delas é hoje aminha melhor amiga
-Comprei o meu computador

*Ontem

-Escrevi mais alguns capitulos da minha fic
-Fui dormir as 3 da manhã depois de tc horas com meus amigos da net
-Tive pesadelos
-Meu Tio levou um baita tombo na rua e se machucou o que consequentemente me deixou preocupada
-Passei o dia todo em casa
-Vi Tv
-Dormi

*Hoje

-Escrevi mais alguns capitulos da minha fic
-Acordei cedo e provavelmente vou dormir tarde
-Tc o dia todo com meus amigos da net
-Nathalia me ligou *.*
-Passei o dia todo em casa
-Vi Tv
-Dormi

*Amanha

-Só deus sabe

*Nao vivo sem:

-Amigos
-Net
-Meus livros
-Meus DVDS
-Meu tio
-Minha irmã Nathalia e meu Tio João
-Minha privacidade

*5 programas de tv

-Xena
-CSI
-Dr.º House
-XFiles
-Super Homem

*5 coisas que me assustam

-Perder meus amigos
-Perder meu Tio João
-Perde Nathalia

Essas três são as principais

*5 lugares que quero visitar

-Fortaleza
-Santos
-Bahia
-Canadá
-Santa Catarina

Bem é isso ai. Fui...

sábado, 11 de outubro de 2008

Oito sonhos

Oito sonhos que a gente tem que realizar antes de morrer
Recebi essa intimação da minha amiga Bru, do blog deamoredeletras.blogspot.com

Regras:

Escrever uma lista com 8 coisas que sonhamos fazer antes de ir embora daqui;

Convidar 8 parceiros(as) de blogs amigos para responder também;

Comentar no blog de quem nos convidou;

Comentar no blog dos nossos(as) convidados(as), para que saibam da "intimação";

Mencionar as regras

Então lá vão as minhas oito respostas:

1 - Viajar todo o Brasil para conhecer aos amigos que fiz virtualmente

2 - Um dia quem sabe poder ter o carinho das minhas irmãs da mesma forma que tenho por elas

3 - Ser uma boa profissional na área de comunicação. Pq não trabalhar ao lado da Bru. rsrs

4 - Ter a minha própria casa

5 - Conhecer a Pink, Re, Bru, Jacky, Patty, Mary e Tai

6 - Ter a minha biblioteca

7 - Encontrar que ame da forma como sou

8 - Que todos esses meus sonhos se realizem

The Oscar go to:

Anjo Tai: http://passeandopelaminhamente.blogspot.com/

Anjo Mary:http://thisisillusia.blogspot.com/

Anjo Tanna:http://oficinadeblogdatanna.blogspot.com/

Anjo Pink:http://likefairytales.blogspot.com/

Anjo Jacky:http://jacky-minhaformadeexpresso.blogspot.com/

Anjo Tash:http://vinyetash.blogspot.com/

Tá, sei que deveria escolher oito vitímas, mas só tenho essas ai. Perdoem-me.